Logo Logo

HISTÓRIA DAS GINCANAS

Resultado das Gincanas




1992 - A PRIMEIRA GINCANA

O ano de 1992 marcou o Inicio das gincanas no bairro José de Almeida. A primeira gincana foi promovida pelo JUSF (Jovens Unidos Sagrada Família), um grupo de jovens ligado à igreja católica e sempre envolvido em atividades culturais e filantrópicas. A ideia inicial do grupo era promover um evento para angariar fundos para realização da já tradicional festa das crianças no mês de outubro. Assim surgiu a primeira Gincana do bairro José de Almeida, realizada no mês de Julho de 1992.

A comissão responsável pela organização da gincana era formada por seis membros da diretoria do grupo de jovens, dois deles, João Batista (Duelo) e Elis Regina, ficaram com a principal responsabilidade, a elaboração das tarefas, os demais, Elaine Martins, Solange Rosa, Sergio Corlaiti e o já falecido José Carlos (Preto) formaram uma comissão julgadora. Apesar de não possuírem nenhuma experiência na organização de uma gincana, conseguiram fazer um grande evento que contagiou a todos, agitou o bairro e se tornou uma tradição nos anos posteriores.

As equipes foram formadas seguindo basicamente um fator geográfico, grupos de amigos que moravam em uma mesma região do bairro se reuniam motivados pela novidade que surgia. A maioria nunca havia participado de uma gincana, e estava animada com toda aquela agitação. Assim nasceram as três equipes: Cromossomos Bons, Contra Ataque e Falange. Apesar da rivalidade que surgia, muitos dos integrantes das três equipes participavam do grupo de jovens JUSF, e mantinham uma grande amizade, que permanece até hoje.

A EQUIPE CROMOSSOMOS BONS

Assim como as outras equipes, a "Cromossomos Bons" foi oficialmente fundada em uma roda de amigos, que em sua maioria nunca havia participado de gincana. Os "fundadores oficiais" da equipe foram Flávio Nunes, Patrícia, Cleber Corlait, Cássio, Gerson Lucindo (Juca) e Jurandir. O nome Cromossomos Bons surgiu meio que por acaso, uma sugestão de Verinha, uma amiga que nem chegou a participar da gincana, porque se mudou antes.

A gincana transcorreu de forma animada e extremamente competitiva, com momentos de grande euforia. A comissão passou por maus bocados para controlar os ávidos gincaneiros que queriam a todo custo levar o primeiro troféu do bairro. Tivemos momentos de tensão, como a desclassificação da equipe Falange, mas também muita diversão e lembraças que com certeza ficarão na memória de todos, tarefas inusitadas como a "caça ao sapo" durante a madrugada, os enigmas, a corrida contra o cronômetro, sem esquecer os 2 litros de coca cola, que os líderes das equipes tiveram que tomar em cima do palamque, lembram-se?

O final da gincana foi um pouco tumultuado, nossa equipe não ia bem, e estava em terceiro lugar, as equipes Contra Ataque e Falange estavam empadas e esta última por não aceitar uma tarefa de desempate e também pela exaltação e agressão verbal de alguns componentes foi desclassificada pela comissão julgadora. A equipe Contra Ataque saiu vitoriosa e nós acabamos ficando com o segundo lugar. Foi difícil aceitar a derrota após tanto esforço, mas no final isto nos motivou ainda mais para a revanche no ano seguinte.


1993 - PRIMEIRA VITÓRIA!

Em 1993 voltamos um pouco mais "experientes", e cheios de vontade de vencer, começamos cedo os preparativos, com reuniões, escolha da camisa e toda aquele clima de agitação que precede uma gincana. A comissão organizadora também se dizia mais experiente e garantiu que esse ano a gincana seria melhor que a anterior. Desta vez havia um trio responsável pela elaboração das tarefas, João Batista, Reinaldo e Robson.

As equipes eram as mesmas do ano anterior e todas estavam querendo o troféu, o clima de rivalidade aumentou bastante, principalmente entre os membros da Cromossomos e da Contra-ataque. Queríamos a todo custo nossa primeira vitória, e estávamos empenhados em não repetir o fracasso do ano anterior.

A exemplo da primeira gincana, esta também não deixou a desejar em termos de animação. As tarefas estavam mais difíceis e a gincana teve duração de dois finais de semana. A disputa foi acirrada até a última tarefa, lembram-se do enigma que falava de satélites e veículos espaciais e deixou muita gente com a "cabeça na lua", a comissão queria na verdade uma pessoa vestindo com uma calça da marca "sputnik" (primeiro satélite artificial lançado ao espaço) pilotando uma moto Agrale "explorer"(sonda espacial americana), o que teve de equipe querendo levar Apolo, Voyage, e outros veículos, mas no final só nos matamos esta charada, que foi fundamental para conquistamos nossa primeira vitória! Neste ano ficamos em 1º lugar, a Contra ataque em 2º e a Falange em 3º.


1997 - A VOLTA DA GINCANA!

Com os problemas internos vividos pelo grupo de jovens e principalmente com o falecimento se seu presidente José Carlos (Preto), o grupo JUSF daquela geração encerrou suas atividades e nosso bairro ficou três anos sem ter uma gincana. Neste meio tempo tomamos "gosto pela coisa" e sempre estávamos nos infiltrando nas gincanas dos bairros vizinhos e até chegamos a montar uma equipe conjunta, formada pelas três equipes do bairro para disputar uma gincana no bairro Retiro, lembram-se da "FALACROMOATAQUE" e olha que com toda aquela falta de entrosamento nós conseguimos ganhar! Mas o que queríamos mesmo era outra Gincana no bairro, coisa que parecia muito distante. Felizmente o Jejum terminou em 1997! A Associação do bairro, então presidida pelo Sr. Antônio Coelho (que participou da "falacromoataque" e com certeza gostou da experiência!) estava decida a realizar uma Gincana.

A COMISSÃO ORGANIZADORA

O primeiro desafio da Associação foi montar uma comissão organizadora para a gincana, os antigos organizadores estavam fora de questão, devido aos laços de amizade e até familiares com os membros das equipes. As equipes exigiam uma comissão que fosse neutra e imparcial e, portanto não poderia pertencer ao bairro. Com o apoio da prefeitura, a Associação conseguiu um "palanque" montado em cima de um caminhão e entrou em contato com os organizadores da tradicional gincana do bairro "cabeceiras". Dona Fernanda, Francisco e Elce para nossa alegria aceitaram organizar a gincana no bairro José de Almeida.

A GINCANA

A gincana foi muito disputada, e estávamos apreensivos quanto a nossa vitória. mas no final nossa união e dedicação prevaleceu. Parecia inacreditável, mas era real, éramos Bi-campeões! Depois da gincana nos reunimos pra comemorar, estávamos mais animados do que nunca e já pensando na próxima gincana!


1998 - CROMOSSOMOS TRI-CAMPEÃ!

1998, ano de Copa do mundo e também ano de gincana! Os dois eventos aconteceriam no mês de julho, com diferença de algumas semanas. Enquanto nossa Seleção sonhava com o Penta nosso objetivo era ser Tri-campeã! Estavámos em ritmo de copa, e como não poderia deixar de ser, nossa camisa era inspirada na "amarelinha" da Seleção. Foi um ano de muita animação, fizemos até um desfile de abertura na principal rua do bairro com direito a fanfarra e muita alegria (confira na seção fotos).

Com a saída de Francisco, a organização da gincana estava nas mãos de Dona Fernanda e Elce.

Quanto às equipes, desta vez tivemos uma novidade, a equipe Falange passou por uma reformulação e mudou até o nome! agora iríamos enfrentar além da nossa tradicional rival Contra-ataque e a nova equipe , OS INTOCÁVEIS.

Este ano viemos com tudo, dispostos a ganhar e apesar de alguns não se conformarem até hoje em termos perdido a ultima tarefa da gincana, que pedia um membro da equipe caracterizado como a estátua do Cristo Redentor (isto tudo, é claro através de um enigma). Mas mesmo não conquistando os pontos desta tarefa, ficamos em 1º lugar, a Contra Ataque em 2º e a Intocáveis em 3º. Em 1998 a Cromossomos foi Tri-campeão da Gincana do bairro José de Almeida! Conseguimos nosso objetivo, agora era só torcer pelo Penta do Brasil (que infelizmente so viria daqui a 4 anos). E a torcida é claro foi reunida num bar, todo mundo com a camisa amarelinha da Cromos!


1999 - BANHO DE ÁGUA FRIA.

Depois da euforia do ano anterior, viemos com todo pique em 99, começamos cedo os preparativos, conseguimos um bom patrocínio, espalhamos faixas provocando nossos adversários, fizemos uma grande festa com desfile de lançamento da camisa na piscina do Rogério. O Brasil vivia o clima das comemorações dos 500 anos do descobrimento e fizemos um grande desfile temático homenageando todas as tendências destes 500 anos.

AS EQUIPES

Não havia novidades quanto às equipes participantes, apenas a rivalidade que aumentou bastante, principalmente por causa das faixas provocativas colocadas por por alguns membros da nossa equipe. A título de curiosidade, as duas faixas que provocaram a ira de nosso adversários diziam respectivamente "Brasil 500 anos com a gente, Cromossomos 500 pontos na frente" (uma alusão à festa dos 500 anos do descobrimento que se aproximava) e a outra dizia "O golo é nosso único adversário" (resposta às críticas de nossos rivais, que diziam que alguns integrantes de nossa equipe só pensavam em bebida).Alguns membros da equipe não eram favoráveis à colocação destas faixas, mas como a maioria queria, decidimos colocar, não imaginávamos a confusão que elas causariam!

A GINCANA

Desde o começo, percebemos que a vitória não seria assim tão fácil, nossos adversários estavam "mordidos" e queriam revanche a todo custo. Mesmo assim acreditávamos na vitória, e lutamos muito para abrir uma pequena vantagem. deixamos a vitória escapar na ultima tarefa por um vacilo! Perdemos por apenas 2 pontos de diferença! e realmente tomamos um balde de água fria. Mas como diz um velho ditado, "até mesmo um pontapé te empurra pra frente", acho que aprendemos a lição e agora sem dúvida teríamos mais cautela, no Inicio estávamos confiantes demais, naquele clima de "esse ano ninguém nos segura". Esse foi nosso erro! as outras equipes diziam que estávamos de "salto alto" e mesmo entre nós, muitos concordaram (outros não, afinal somos uma equipe democrática) que a derrota deste ano foi até merecida.


2000 - A REVANCHE!

Depois do banho de água fria do ano anterior, estávamos mais cautelosos... mas nem por isso menos animados. Enfim chegou o tão esperado "ano 2000", Inicio de um novo milênio, estávamos às portas do século XXI, com muitos planos para o futuro mas sobretudo dispostos a repetir as "Glórias do passado". Nossa camisa deste ano fazia uma referência a essas glórias, era uma camisa preta com uma foto da galera na gincana de 1998 (veja na seção galeria/camisas), queríamos de alguma forma recuperar aquele Espírito de Equipe e aquela animação do ano de 98.

Em 2000 formos mais discretos nos preparativos, sem muitas "badalações". Ao contrário dos anos anteriores, em que cada equipe fazia sua festa de lançamento de camisa, a Associação do bairro (responsável pela organização da gincana) fez uma festa de lançamento coletiva, que na verdade funcionaria como uma confraternização entre as equipes e a própria comissão.

A GINCANA

A gincana transcorreu em um clima de muita rivalidade, cada tarefa era disputada como se fosse a única. Não queríamos repetir a derrota do ano anterior e de fato não repetimos. Vencemos a Gincana do ano 2000 e entramos no século 21 com o "pé direito"!


2001 – VENCEMOS NOVAMENTE!

A vitória do ano anterior nos deu confiança, em 2001 estávamos afiadíssimos, e foi umas das gincanas mais tranquilas que disputamos. não houve grandes novidades na organização nem no estilo das tarefas, por isso viemos com tudo. Houveram alguns atritos entre a equipe Contra Ataque e a comissão organizadora por discordar de algumas tarefas, mas nossa equipe não tomou conhecimento e venceu a rival com uma grande diferença de pontos.


2003 - ANO DE MUDANÇAS NA ORGANIZAÇÃO

Em 2002 não tivemos gincanas. A comissão organizadora, que desde 1997 realizava o evento, não queria mais realiza-lo. Mais uma vez a associação do bairro, juntamente com as equipes foram à luta para que a gincana não acabasse. Uma nova comissão organizadora, formada por membros das equipes "A Firma" e "Borococho" (equipes participantes da Gincana do Centro Ideal Clube, em Nova Lima) topou a parada e organizou a Gincana 2003, que foi considerada por muitos a melhor gincana de todos os tempos.

A GINCANA 2003

foi bem diferente das gincanas passadas, apesar das equipes serem a as mesmas (Cromossomos Bons, Contra Ataque e Intocável), o estilo de gincana desta comissão era totalmente diferente da que estávamos acostumados. O rítmo foi bem mais acelerado e as três equipes estavam na mais pura adrenalina. Até o Jornalista Ney Mourão, organizador da gincana do centro ideal deu uma "canja" na apresentação da gincana e animou a galera. Esta foi uma gincana que não teve descanso, mal resolvíamos uma tarefa e já tinha duas ou três na fila de espera. Tivemos as mais variadas tarefas, musica, dança, enigmas, tarefa noturna e a caça ao tesouro (que nenhuma equipe chegou ao final) tudo ao mesmo tempo. A equipe organizadora merece nossos parabéns, pois a gincana foi conduzida na mais absoluta paz, sem nenhum atrito entre a comissão e as equipes (coisa rara em gincanas!), um verdadeiro show de organização. A primeira tarefa, que fora lançada dias antes do inicio da gincana e pedia uma determinada revista que continha uma determinada propaganda sobre nossa cidade, para nossa sorte (ou competência) apenas nossa equipe conseguiu a tal revista, isto nos deu uma vantagem logo no Inicio que soubemos administrar nos dois dias de gincana e conseguimos levar o troféu de Campeã da gincana do ano de 2003!


2004 - PERDEMOS A GINCANA, MAS NÃO PERDEMOS A EMPOLGAÇÃO!

A gincana 2004 acabou e apesar da equipe Cromossomos não ter conquistado seu Sétimo título, esta foi sem dúvida uma das gincanas mais animadas do bairro. Em 2004 a organização da gincana ficou a cargo da equipe "A Firma" que já havia sido responsável (em parceria com a equipe "Borocochó,") da organização no ano anterior. A gincana deste ano trouxe algumas novidades, entre elas, as tarefas "virtuais". A internet, que sempre foi peça fundamental como fonte de pesquisa nas gincanas passadas, desta vez tornou-se peça chave também na distribuição das tarefas. Nas semanas que antecederam a gincana foram lançadas, por e-mail e através do site oficial da organização, várias dicas de tarefas e um "enigma histórico" que agitou os "bastidores" da gincana. A corrida por um exemplar da primeira edição da revista Veja de 1968, que era um dos objetos pedidos no tal "enigma" foi um capitulo a parte nesta Historia. As três equipes conseguiram o difícil objeto, tornando a gincana ainda mais competitiva.

Desde o Inicio, a organição não deu "refresco" para as três equipes, o volume de tarefas foi "assustador" e as equipes tiveram que se desdobrar para cumpri-las. A gincana começou bastante equilibrada, com as equipes Cromossomos e Intocáveis se alternando na liderança (seguidas de perto pela Contra Ataque), no segundo dia chegamos até a abrir uma boa vantagem sobre as outras equipes, mas no final quem ganhou foi a equipe Contra Ataque que virou o jogo na última tarefa. A tarefa final que valia 280 pontos e foi cumprida apenas pela Contra Ataque, pedia que as equipes apresentassem um relógio que "anda para trás", ou seja, um relógio que funcionasse no sentido anti-horário. Nossa equipe chegou a encontrar este raro objeto em dois locais diferentes, no tradicional restaurante "Bolão" em BH e em uma relojoaria, porem em ambos os proprietários não quiseram nos emprestar o objeto. Mas gincana é assim mesmo, e ao contrário do que parece não é decidida apenas em uma única tarefa, ela é decidida a cada tarefa: nos enigmas, tarefas noturnas, tarefas relâmpagos, objetos difíceis como este relógio, ou outros bem mais simples como um bombom, um sabonete ou uma "bala de mel" (só mesmo quem participou da gincana pra entender do que estamos falando). Perdemos a gincana, mas a derrota também tem que ser encarada de modo positivo, pois ela nos ajuda a entender que "algo saiu errado" e que isto não pode acontecer no ano seguinte.


2005 E 2006 - DOIS ANOS SEM GINCANA

Nos anos de 2005 e 2006 não houve a realização da Gincana do Bairro José de Almeida. A nova gestão da Associação do bairro, sem apoio da prefeitura não quis investir financeiramente na orgalização de uma gincana. Ela até propos realizar o evento menor com a equipe organizadora das gincanas passadas (Dona Fernanda e Elci), mas as equipes Cromossomos e Contra Ataque se recusaram a participar, mesmo assim foi organizada uma pequena gincana em 2005 com a equipe Intocáveis disputando com uma outra equipe formada para esta gincana, mas o evento não teve muita adesão.


2007 a 2013- A VOLTA DA GINCANA!


BREVE RESUMO

Em 2007 finalmente a gincana voltou, a organização ficou a cargo da equipe "A FIRMA", que havia organizado a gincana de 2004 e novamente fez uma grande gincana. Neste ano a Cromossomos Bons não ganhou, mas não faltou impolgação e no ano seguinte viemos com tudo.

Em 2008 viemos para "Guerra", afinal haviamos sofrido duas derrotas consecutivas e não queríamos perder a terceira. Nossa camisa foi inspirada nas roupas militares camufladas e nossa equipe queria se inspirar na tática e organização militar para ganhar a gincana, e a estratégia deu certo, ganhamos nosso 7 título em cima da rival Contra Ataque.

Em 2009 viemos novamente com a camisa amarela, em homenagem à "amarelinha" de 1998, foi o ano em que tivemos muitas tarefas virtuais, e novamente a Cromossomos venceu, ganhamos nosso 8 título.

Em 2010 foi um ano de diversas tarefas e enigmas virtuais laçados na internet e tivemos também a tarefa vídeo fazendo cover do famoso clip "We are the world", a Cromossomos deu um show. Nosso viemos com uma camisa roxa com o slogan "Sou Cromossomos Roxo!" e novamente vencemos a gincana, ganhamos nosso 9 título.

Em 2011 Este ano inovamos em nossa camisa pois lançamos uma camisa com três versões de cor cada gincaneiro da equipe pode escolher a cor que mais gostava e novamente a internet foi peça chave nas tarefas, em 2011 ganhamos nosso 10 título


jurandiroliveira.com.br